-Publicidade -spot_img

Homem é procurado suspeito de forçar crianças a filmarem estupro em motel

Data:

A Polícia Civil de Miracema, no Noroeste Fluminense, faz buscas para prender Moisés Alves de Matos, de 44 anos, acusado de estupro de vulnerável contra duas crianças: uma menina de 11 anos e um menino de 8. O homem ocupava cargo comissionado de tesoureiro da Câmara Municipal. Ele foi exonerado ontem, acusado de levar duas meninas a um motel da cidade e de compartilhar imagens do estupro.

Segundo o delegado Gésner César Bruno, titular da 137ª DP, as investigações tiveram início após uma das vítimas ter filmado o ato sexual – a pedido de Moisés Matos – e ter postado o vídeo, acidentalmente, nas redes sociais. Apesar do suspeito ter apagado rapidamente, populares viram as imagens e levaram até a delegacia.

“Agora que o vídeo já está nas mãos da polícia, ninguém pode guardar, sob pena de estar cometendo crime. Pedimos que todos apaguem e não mais compartilhem. Agradeço a ajuda dos populares”, alertou Gésner Bruno.

O crime aconteceu na noite da última sexta-feira (06), entre 20h e 21h, quando Moisés Matos ofereceu dinheiro às vítimas e as estuprou elas em um motel da cidade, segundo a polícia. A prisão foi decretada pela Justiça e ele já é considerado foragido.

Para embasar o inquérito da Polícia Civil, os agentes foram até o motel e, através de imagens de câmeras de segurança, confirmaram que Moisés Matos esteve no local. Os agentes tiraram fotos do quarto onde os três estiveram e realizaram uma análise comparativa com o vídeo comprovando o que foi dito pelas vítimas na delegacia.

“As investigações apontam que este não foi um fato isolado e que outras crianças teriam sido vítimas do indiciado em outras ocasiões. Pedimos que os responsáveis procurem a delegacia em caso de suspeita, sendo que a intimidade dos pais e das crianças será preservada”, acrescentou o delegado.

Em depoimento, as crianças contaram que no momento em que chegaram ao motel Moisés Matos pediu para que elas se abaixassem no banco de trás do veículo. O Conselho Tutelar acompanha as investigações.

A Câmara Municipal de Miracema publicou um comunicado oficial exonerando Moisés Alves de Matos do cargo em comissão de tesoureiro.

Os agentes estiveram na casa do suspeito cumprindo mandado de busca e apreensão. Um computador foi levado e passará por uma perícia. A polícia pede para quem tiver informações sobre o paradeiro de Moisés Matos entrar em contato pelo telefone (22) 3852-1977.

Fonte: Uol Notícias.